Um adepto que invadiu no domingo o relvado do Estádio da Luz e fez gestos obscenos está proibido de entrar em recintos desportivos, informou hoje a Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto (APCVD).

Desporto Futebol

O incidente ocorreu já no final do jogo em que o Benfica venceu nos descontos o rival Sporting (2-1), com o adepto, identificado com símbolos dos ‘encarnados’, a fazer gestos impróprios em direção aos jogadores ‘leoninos’.

Na ocasião, foi o internacional argentino Di Maria a impedir que o guarda-redes espanhol Adán se aproximasse do adepto.

A APCVD adiantou hoje que o homem, de 31 anos e residente em Cascais, foi identificado pela Unidade Metropolitana de Informações Desportivas de Lisboa (UMID/Spotters) da Polícia de Segurança Pública.

Como medida cautelar, o adepto fica “impedido de aceder a recintos desportivos até final do processo de contraordenação”, acrescenta a APCVD, que revela que, em caso de incumprimento, “poderá ser detido pelas autoridades policiais”.

O adepto incorre numa coima entre os 1.000 e 10.000 euros e uma sanção acessória de até três anos de interdição de acesso a recintos desportivos.

Na mesma nota, a APCVD diz ainda ter instaurado um processo de contraordenação para apuramento de factos e responsabilidades em incidentes contra uma adepta do Sporting.

Esta situação foi divulgada através de imagens e mostra um adepto do Benfica a ‘arrancar’ um cachecol de uma apoiante do Sporting que se encontrava na bancada.

Leia Também: Ex-Sporting revela: “Tive praticamente tudo acertado com o Benfica”

Paris é sempre uma boa ideia. Reserve já desde 88€ ida e volta.

Os melhores encontros para apostar na nova semana

Todas as Notícias. Ao Minuto.

Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.

Descarregue a nossa App gratuita.

Recomendados para si