Polícia Judiciária deteve jovem pela presumível autoria de um crime de homicídio qualificado, relacionado com o fim de um relacionamento amoroso.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 21 anos suspeito de causar a morte a uma mulher de 26 anos que golpeou com uma arma branca por não aceitar o fim de um relacionamento amoroso.

Num comunicado publicado esta terça-feira, a PJ informa que, “na sequência da investigação desenvolvida e em cumprimento de mandado de detenção emanado pelo MP [Ministério Público] de Portimão, deteve um homem de 21 anos de idade, pela presumível autoria de um crime de homicídio qualificado, cometido no dia 15 de junho de 2023, em Lagoa”, no distrito de Faro, no Algarve.

Segundo a força de segurança, na manhã desse dia, quando a vítima se encontrava no interior da sua viatura, “o suspeito, por não aceitar o fim de um relacionamento amoroso, surpreendeu-a e golpeou-a, com uma arma branca, no pescoço, causando-lhe ferimentos”.

Apesar de ferida, segundo a PJ, a vítima “conseguiu fugir do local e solicitar auxílio” junto de um estabelecimento comercial, acabando por ser conduzida ao Hospital de Portimão, onde foi assistida.

A mulher teve alta hospitalar no mesmo dia, mas foi internada uma semana depois na mesma unidade hospitalar e, posteriormente, helitransportada para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde acabou por morrer, “em resultado de uma infeção generalizada, causada pelas agressões sofridas”.

O detido vai agora ser presente a um primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação, estando o inquérito deste caso a ser conduzido pelo Ministério Público de Portimão, de acordo com a nota.